MIMO DA NUTRI

Sabe aqueles pacientes “da casa”?

Aqueles que valorizam e gostam do nosso trabalho, que fazem as consultas de rotina, que compartilham nossas postagens e estão sempre nos indicando… Fazem a nossa propaganda por aí e gostam da gente de verdade, sem nenhum interesse em troca?

Eles acreditam no nosso trabalho e confiam na gente como profissional e como pessoa! E isso é uma das coisas mais gratificantes (e gostosas) de ser Nutricionista!

Então, esse ano eu pensei numa forma “diferente” de agradecer de coração esses meus queridos (e uma pessoa em especial, me deu a dica) pela presença, pela confiança no meu trabalho e pela dedicação no acompanhamento nutricional.

A partir desse mês de novembro até as minhas férias, os pacientes que estiveram comigo durante todo o ano ganharão um mimo que é a cara da #SâmiaNutri.

PS da Nutri: pacientes que quiserem compartilhar seus resultados e rotina orientados por mim, nas redes sociais, é só colocar o emoji de melancia e a #SâmiaNutri.

 

Chocolate e saúde da pele

O cacau apresenta em sua composição cafeína, metilxantinas, teobromina, teofilina e polifenóis que promovem uma importante modulação no perfil de gordura e metabolização destas no nosso corpo (perfil lipídico) e que atuam como antioxidantes!

Traduzindo, o chocolate numa dose perto de 85% tem apresentado, segundo estudos científicos, muitos resultados no emagrecimento, como estimulante de serotonina, promovendo um efeito dopaminérgico (efeito calmante e de prazer) além de atuar como antienvelhecimento da pele, e, também, como um anticelulite.

Temos visto que para esses casos, o cacau nas doses próximas de 85%, nas doses entre 10 a 40g ao dia, promoveria esse tipo de resultado.

E agora? Você toparia consumir 10g de chocolate 85% de cacau todos os dias??

Waffle proteico

Quer comer uma coisa gostosa mas não sabe o que fazer??

Que tal experimentar essa delicinha proteica para o lanche da tarde, pré-treino ou até mesmo pós-treino?

Waffle proteico:

2 ovos

1 scoop / medidor de whey sabor baunilha

4c. sopa de aveia em flocos

1c. sopa de farinha de amêndoas

100ml de água

1 pitada de canela em pó

Bata no liquidificador todos os ingredientes; em seguida, coloque na forma de waffle bem quente e untada com um pouco de manteiga, ou na frigideira, para quem não tem a forma (ficará com jeitinho de panqueca).

Depois de pronto, pode ser coberto com frutas de sua preferência, pasta de amendoim OU pasta de cacau.

 

 

 

 

 

Efeito do congelamento sobre os alimentos, você tem dúvidas?

Muitos pacientes frequentemente perguntam sobre congelar as refeições, legumes ou deixar suas marmitas saudáveis já prontas e congeladas.

Sim, o congelamento é uma opção altamente prática e funcional nos dias de hoje já que a grande maioria não consegue, de forma alguma chegar em casa, depois de um expediente de trabalho e ainda assim cozinhar ou deixar a comida pronta para o dia seguinte.

Então, normalmente sugerimos que parte dessa organização, para que a dieta aconteça em si durante a semana, seja feita num dia livre ou no final de semana, onde o paciente possa cozinhar opções e alimentos diferentes e congelar.

O congelamento é um método de conservação dos alimentos, reduzindo a temperatura até que se paralisem os possíveis efeitos destrutivos de micro-organismos, enzimas ou até mesmo da ação do oxigênio sobre determinado produto alimentício.

Na grande maioria dos alimentos, o ato de congelá-los não ocasiona problemas, principalmente carnes / frangos/ peixes, não alterando as quantidades de proteínas, vitaminas e minerais.

O congelamento lento promove formação de grandes cristais de gelo que rompem as células e dilaceram os tecidos, então nesse caso, no momento do desgelo, os nutrientes apresentam maiores chances de serem escoados com a água e, assim, perdidos.

Portanto, recomenda-se o congelamento feito de forma rápida, onde os alimentos não sofrem perdas significativas de nutrientes ao serem descongelados.

E uma dica importante: o ideal é espalhar os alimentos em apenas uma camada para ser congelado, favorecendo a rapidez do processo. Depois de congelado, pode armazenar em pilhas, se assim, desejar.

Lembrando que sempre podem acontecer alterações nas características organolépticas dos alimentos como cor, odor, sabor, textura no momento do desgelo!

 

Bioimpedância X Dobras Cutâneas

Você paciente certamente deve acreditar que o exame de Bioimpedância é melhor, mais seguro e mais eficaz do que o da dobra cutânea para a avaliação do seu percentual de gordura corporal, massa magra e massa gorda.

De fato, várias bioimpedâncias atualmente, apresentam softwares mais elaborados, conferindo dados sobre eletrólitos, água, edema, percentual de gordura, massa magra e gorda em quilos e em percentual, metabolismo basal, e a distribuição da gordura de forma segmentar, o que auxilia e muito a avaliação nutricional e a prescrição de treinos e dietas.

Porém uma coisa que a bioimpedância não nos permite é o manuseio da dobra cutânea, da gordura ou da pele do indivíduo, da dureza, da flacidez ou da retidão dessa prega, que são fatores determinantes, para um bom profissional, para a análise e entendimento das queixas de seu paciente e para a conduta nutricional!

E por que isso é importante??

Porque um bom avaliador saberá apenas com a pinçada da dobra de seu paciente, se ali tem mais gordura ou não, mais pele ou não, mais flacidez ou não e mais edema ou não. E, ainda, o bom avaliador vai poder entender o que está fazendo aquela dobra, em específico, aumentar ou não, quais as influências hormonais que possam estar contribuindo para aquele acúmulo localizado e ainda, quais são os tipos de pacientes (perfis de biotipo) que realmente devam fazer suas avaliações pelo método de dobras cutâneas (por isso, a bioimpedância existe!).

Então, numa consulta nutricional, deixe o profissional decidir qual será o melhor método de avaliação de gordura corporal para você, naquele determinado momento de sua visita ao consultório! Confie no seu Nutricionista, tenho certeza que ele saberá te guiar nesse processo!!

 

Doenças Autoimunes

Você tem algum tipo de doença autoimune ou conhece alguém que sofre disso?

Artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, espondilite anquilosante, esclerose múltipla e síndrome de Sjögren são alguns exemplos de doenças autoimunes que dificultam muito a vida dos acometidos, e trazem consigo consequências seríssimas caso não sejam tratadas da forma correta.

Porém, atualmente sabemos que, mais uma vez a Nutrição certa e os alimentos adequados são essenciais para o tratamento coadjuvante dessas doenças!

Além da individualização da dieta, com estratégias de retirada de alguns alimentos, assim como a introdução de certos tipos em específico de condutas nutricionais, fazemos a introdução de bebidas anti-inflamatórias ou antioxidantes as quais chamamos de shots.

O ideal é consumir em jejum, ao acordar, e somente depois consumir o café da manhã.

Vamos a 2 exemplos:

50ml de água;
½ colher de café de pimenta caiena;
1 pitada de canela em pó;
1c. sopa de vinagre de maçã orgânico.

OU

Suco de 1 limão;
1 colher de sopa de água morna;
1/2 colher de chá de pimenta caiena;
1 colher de chá de cúrcuma;
Pitada de pimenta do reino;
1 pitada de canela em pó.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe com seus amigos, e não se esqueça: consulte um Nutricionista para ajustes individuais.